Skip to main content

Personalização do ensino: como diferenciá-la da individualização e diferenciação?

Assunto bastante discutido ultimamente, a personalização do ensino é a tendência educacional que tem como objetivo considerar as necessidades individuais dos alunos, focando em oferecer um ensino e aprendizagem de nível elevado. Para isso, a instituição deve concentrar-se na adequação do ambiente em que essa realidade será vivida. 

Para que você conheça a diferença entre personalização, individualização e diferenciação do ensino, e saiba como é importante implementar esse método, desenvolvemos o post a seguir. Continue a leitura conosco! 

As diferenças da personalização, individualização e diferenciação do ensino

Para muitos educadores, os conceitos de personalização, individualização e diferenciação do ensino ainda não estão muito claros, e podem parecer a mesma coisa. Contudo, é preciso saber diferenciar as terminologias. 

Personalização do ensino

Nesta abordagem, a instituição de ensino busca um método de aprendizado considerando o ambiente digital em que os estudantes estão inseridos. A escola deve aproximar-se dos alunos abrindo a possibilidade de ser o espaço em que adquirir conhecimento seja feito de forma criativa, estimulante e dinâmica. As principais características da personalização do ensino, são:

  • grande engajamento dos alunos;
  • desenvolvimento de diversas habilidades;
  • rápido progresso;
  • mais tempo para o atendimento individualizado;
  • qualificação do aluno para diferentes formas de trabalho.

Individualização do ensino

A individualização do ensino inicia-se pela necessidade específica do aluno dentro de um grupo. O professor ao identificá-la, propõe atividades que proporcionem o melhor desempenho do aluno. Aqui, a tecnologia e instrução do docente é toda voltada para auxiliar o desempenho do estudante.

Diferenciação das instruções

A diferenciação tem o professor atuando com diferentes grupos de estudo na sala de aula que tenham o mesmo objetivo, sendo ele o responsável pelas instruções para cada um dos grupos. Para proceder com as instruções, o docente avalia e comenta o desempenho individual.

A personalização do ensino nas escolas atuais

As escolas atuais certamente se divergem em relação às propostas acima. É provável que seja preciso maior empenho para que modelos como estes possam ser adotados pelas instituições de ensino. 

A personalização da educação deve ser trabalhada no íntimo dos educadores, familiares e membros da instituição, envolvendo-se com a ideologia proposta para que ela aconteça. Utilizar ferramentas tecnológicas em sala de aula de nada poderá ajudar se o método de ensino continuar como o tradicional. 

Por isso, a participação do aluno deve ser desenvolvida, de forma que o docente possa também aprender com os alunos no processo. Veja como incluir a personificação do ensino na escola atual.

Gamificação

Quando o processo de ensino e aprendizado torna-se adaptado para o formato de algum jogo é chamado de gamificação. Essa metodologia tem como objetivo atrair e engajar os estudantes em relação aos conteúdos escolares. 

Essa metodologia não precisa envolver precisamente o uso de tecnologias, visto que os conteúdos podem ser adaptados de forma dinâmica. Alguns exemplos para a gamificação são clubes de leitura e dinâmicas que proporcionem a divisão dos alunos em duas turmas sob orientação dos professores, utilizando o estímulo à interatividade como forma de estratégia.

Desenvolvimento de projetos

O desenvolvimento de projetos interdisciplinares auxilia os alunos na compreensão de conceitos complexos ou abstratos ao reunir diferentes áreas do conhecimento, demonstrando que estes assuntos estão interligados.

Além disso, o desenvolvimento de projetos em grupo permite que os alunos possam explorar suas habilidades sociais e emocionais, como liderança, divisão de tarefas e capacidade de resolver problemas. 

Sala de aula invertida

Como o nome já explica, a ideia da sala de aula invertida na personalização do ensino é que os estudantes tenham acesso aos conteúdos escolares por meio virtual. Dessa forma, a sala de aula é usada como um ambiente de interação para exercícios em grupo, trabalhos, provas e oportunidades de sanar dúvidas e questões. 

Como a proposta de tornar a sala de aula mais significativa para professores e alunos, a personalização do ensino é uma sugestão inclusiva, que permite que cada um consiga desenvolver suas habilidades da melhor maneira possível. Essa é a mais nova alternativa que as escolas encontraram para melhorar o desempenho dos alunos. 

Quer conhecer uma ferramenta eficiente que também é capaz de contribuir com o desenvolvimento dos estudantes? Então, conheça a Eduqz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *